Atividades Marítimas - Passeios de Barco na Ria Formosa - Passeio de Barco de 1h

Passeio de Barco de 1h

  • 1 hora(s)
  • 12,5€ /pessoa
  • Mapa

Descrição da Experiência

Passeio de 1h pela Ria Formosa com paragem de 15 minutos numa praia.
 

Itinerário

Rota da Armona

A Armona - ou mais formalmente, a Ilha de Armona - é uma das cinco ilhas-barreira da Ria Formosa. Das cinco, é uma das mais povoadas, especialmente durante o Verão, mas é também uma das mais agradáveis para fazer praia ou desportos náuticos. Tem uma lagoa, um parque de campismo e algumas cabanas de aluguer, sendo também possível alugar casas particulares. Existem restaurantes perto do molhe, alguns deles com tradição familiar já passados de geração para geração. Na ilha não circulam carros,  apenas veículos motorizados de emergência e de limpeza. Os adeptos dos desportos náuticos também encontram na ilha de Armona um bom local para os praticarem. Canoagem, vela e mergulho são apenas alguns exemplos. A pesca recreativa é também bastante popular. 
Para além da parte habitada da ilha, existe uma secção de cariz mais selvagem, onde é possível encontrar, por exemplo, camaleões e outros exemplares da fauna local.



Rota da Armona


Itinerário: Olhão - Reserva do Parque Natural da Ria Formosa - Ilha da Armona (paragem de 15min) - Olhão

Olhão: Há indícios de que o território de Olhão é povoado desde os tempos pré-históricos.A proximidade da barra e a existência de água e peixe em abundancia levaram à fixação dos primeiros pescadores. O desenvolvimento da pesca costeira e de alto mar, e das trocas comerciais permitiu um grande desenvolvimento do povoado que, em 1695, era conhecido por Freguesia de Nossa Senhora do Rosário de Olhão.
Durante a ocupação francesa do Algarve, em 1808, surge em Olhão uma grande revolta popular contra os invasores, que levou à expulsão dos mesmos do território. Olhão ficaria conhecida por Vila de Olhão da Restauração.
A pequena vila de pescadores teve um exponencial desenvolvimento económico, social e urbano, pelo que, em 1985 foi elevada a cidade, ficando conhecida por cidade de Olhão da Restauração.
Atualmente continua a ser uma terra de pescadores e industriais de conservas, mas a crise do sector tem levado ao aumento do turismo como alternativa económica. A cidade tem aproximadamente 14900 habitantes.

llha da Armona: Tem cerca de 9 km de comprimento, largura máxima de 1400m na extremidade SW e um longo cordão dunar frontal de 8 a 9 m de altura robusto e bem vegetado até à zona da Fuzeta. A deposição de sedimento a ocidente é um fenomeno único em todo o sistema da Ria Formosa e contribui para o estreitamento da Barra da Armona. A ocidente fica a parte mais larga da ilha onde se encontra a povoação da Armona, formada por pescadores e mariscadores. A maior parte das habitações servem hoje para férias dos proprietários e/ou para alugar no período de Verão.

Pontos de Interesse

  • Viveiros de ostras, berbigão e amêijoa

  • Ruas do centro

  • Mercados

  • Igreja Matriz de Olhão

  • Ermida de Nossa Senhora da Soledade

  • Rua do Comércio

  • Zona Ribeirinha

  • Parque Natural da Ria Formosa

  • Edifício do Compromisso Marítimo

  • Fuseta

  • Ilha da Armona

  • Ilha da Culatra

  • Ilha Deserta

Coordenadas:

Aluguer Barco Casa Reserve Agora